Weby shortcut
Ufg logo

Projetos de Pesquisa da Área da Museologia

Mise à Jour 13/02/17 11:02.
Título

Observatório dos Museus de Goiás
                                   

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador    Profa. Ivanilda Aparecida Andrade Junqueira

Vigência

00/00/0000 a 00/00/000

Resumo

Quando tratamos de museus, numa visão tradicional, geralmente os encaramos como um local que conserva, estuda, comunica e expõe testemunhos deixados ao longo de gerações. Representam um local de conservação de patrimônio, um espelho da sociedade (ROMAN, 1992). Contudo, essa visão de museu como entidade sem fins lucrativos a serviço da sociedade, enfrenta atualmente sérios desafios. Cada vez mais lida-se com a diminuição dos financiamentos públicos e o aumento da concorrência, por parte tanto de outros museus, quanto pelo crescimento da indústria do lazer. Neste sentido, é notório que muitos museus têm enfrentado sérias dificuldades financeiras, e para tentar conseguir sobreviver nesta ótica, têm procurado se reestruturar a partir da lógica de mercado, buscando conquistar novas audiências (GARCIA, 2003). Neste sentido, a museologia moderna tem reconhecido, cada vez mais, o papel da comunicação como fator chave na relação com seus públicos de interesse. A comunicação tem ajudado museus a divulgarem uma imagem de credibilidade para com seus públicos, e também a constituírem relações de confiança com colaboradores, órgãos de comunicação social, públicos em geral e comunidade. Considerando tal cenário, pretende-se investigar a relação museu e público após a ampliação das redes eletrônicas, tendo em vista a utilização cada vez mais acelerada dos Websites como veículo de divulgação institucional. . É possível pensar  propostas de renovação sem que se desenvolva uma estratégia eficaz de comunicação?  De que forma o acesso às novas tecnologias pode contribuir para a qualidade do atendimento ao público dos museus? Os museus do estado de Goiás têm investido nos recursos virtuais como forma de democratizar o acesso aos seus acervos? No âmbito desta pesquisa, limita-se ao estudo de museus do Estado de Goiás.

Arquivos

 

 

Título

Nas Trilhas da Memória: Políticas para o Patrimônio no Plano Diretor de Goiânia
                                   

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador    Profa. Ivanilda Aparecida Andrade Junqueira

Vigência

00/00/0000 a 00/00/000

Resumo

As cidades são dinâmicas, portanto, seu espaço encontra-se em constante mutação de forma a se adequar às novas realidades urbanas e às novas propostas de ordenamento de seu espaço. No Brasil, após a aprovação dos artigos 182 e 183 da Constituição Federal de 1988 e do Estatuto da Cidade, em 2001, novos valores nortearam a elaboração de planos diretores que se tornaram obrigatórios para as cidades brasileiras com mais de vinte mil habitantes. Se considerarmos as políticas preservacionistas adotadas no país, ao longo do tempo, nos deparamos com uma série de dificuldades principalmente quando se trata de dar uma nova destinação aos edifícios antigos mantendo sua originalidade, e, neste sentido, podemos dizer que as opiniões são diferenciadas e atualmente existe uma complexidade de políticas e normas que regem as práticas de preservação. Em relação a esse assunto, Heloísa Buarque de Hollanda salienta a dificuldade que enfrentou para responder “adequadamente ao desafio de enfrentar os paradigmas correntes da reflexão sobre o patrimônio e, sobretudo de tentar superar a dicotomia entre o saber especializado dos técnicos e a compreensão de um processo cultural em evolução”. Considerando a proposta da Constituição Federal de 1988 no seu artigo 30, inciso IX, sobre as competências do Município em relação à promoção da proteção do patrimônio histórico e cultural local, observada a legislação e a ação fiscalizadora federal e estadual, pretende-se, por meio deste estudo, investigar quais as ações voltadas para a cultura, a preservação do patrimônio cultural e os museus foram propostas nos Planos Diretores dos municípios goianos que possuem museus, a partir do ano de 2000, e até que ponto foram efetivadas.

Arquivos

 

 

Título

Notas sobre Comunicação Patrimonial no âmbito da Museologia
                                   

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador    Prof. Pablo Fabião Lisboa

Vigência

01/01/2014 a 20/12/2017

Resumo

Este projeto visa reunir em notas, informações técnicas e teóricas a respeito do tema da comunicação patrimonial no âmbito da museologia. Dentre diversos temas, serão pesquisados assuntos relacionados à concepção, montagem e avaliação de exposições, processos curatoriais, aplicação dos elementos constituintes das exposições (espaço, forma, objeto, luz, cor, recursos gráficos e plásticos), design de exposição, elaboração de planta baixa e maquete e execução de um projeto de exposição e sua montagem. A comunicação é um dos temas centrais do estudo da museologia e a sua presença na grade dos 15 cursos de museologia no Brasil apresentam algumas similaridades e distinções, o que serão devidamente estudadas de forma reflexiva, objetivando apresentar um conjunto de informações concisas para o estudo da comunicação patrimonial no âmbito da museologia no país. 

Arquivos

  Icone pdf  Certidão de ata de aprovação do projeto do Conselho Diretor da Faculdade de Ciências Sociais (aqui)

 

Título

A presença dos Museus no Twitter
                                    

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador   Prof. Pablo Fabião Lisboa

Vigência

01/01/2014 a 20/12/2017

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem por finalidade analisar a presença dos Museus brasileiros e mundiais no micro blog social Twitter, utilizando principalmente o website Topsy.com para a análise quantitativa e os teóricos da área para a análise qualitativa. Também pretende relativizar a importância do Twitter como uma ferramenta cibernética de atuação dos museus e analisar a conformação das publicações em 140 carecteres. 

 

Arquivos

  Icone pdf  Certidão de ata de aprovação do projeto do Conselho Diretor da Faculdade de Ciências Sociais (aqui) 

 

Título

O design da Experiência do Usuário em Museus Virtuais
                                    

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador
 
Prof. Pablo Fabião Lisboa

Vigência

01/01/2014 a 20/12/2017

Resumo

A presente proposta de pesquisa utiliza como objeto de estudo os Museus Virtuais. Serão analisadas ações museológicas que visem a utilização de artefatos digitais (on e off-line), para a comunicação ou interação entre o públicos e os conteúdos museais. A abordagem da pesquisa parte da análise centrada na experiência do usuário com a finalidade de trabalhar questões como metodologias projetuais e de avaliação, bem como relativizar os conceitos museológicos imbricados ao tema da virtualidade e da comunicação. 

Arquivos

  Icone pdf  Certidão de ata de aprovação do projeto do Conselho Diretor da Faculdade de Ciências Sociais (aqui) 

 

Título

Práticas Arqueológicas, Horizontes Políticos e a Construção de Narrativas Patrimoniais no Centro-oeste do Brasil

                                    

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Camila Azevedo de Moraes Wichers 
Vigência 01/10/2015 a 01/10/2017
Resumo

No presente projeto analiso como as práticas arqueológicas, na região Centro-Oeste do Brasil, têm construído narrativas patrimoniais a partir de materialidades e subjetividades relacionadas a determinados horizontes políticos. A prática arqueológica produz coleções, enquadra paisagens e constrói narrativas, as quais têm repercussões sociopolíticas nas comunidades envolvidas, ressignificando práticas culturais, ativando memórias e perpetuando esquecimentos. Do ponto de vista teórico, a pesquisa se insere no campo das arqueologias pós-processuais, destacando-se a análise crítica da Cultura Material como componente ativo nas relações sociais (HODDER, 1988), o diálogo com a Arqueologia Pública (MERRIMAN, 2004), com a Arqueologia Etnográfica (CASTAÑEDA, 2008) e, em especial, com a Arqueologia de Gênero, compreendida como postura política e epistemológica (CONKEY & SPECTOR, 1984; ANDREU, 2005). Dessa feita, a pesquisa pretende desvelar os percursos teóricos e metodológicos da prática arqueológica na região e analisar a inserção do Museu Antropológico da UFG no panorama evidenciado, destacando o estudo da Coleção Acary Passos de Oliveira. Por fim, a pesquisa engloba uma pesquisa arqueológica no município de Pilar de Goiás.

  

Título

Ação Educativa Museal: Reflexões e Intervenções em Contextos Goianos

                                    

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Camila Azevedo de Moraes Wichers 
Vigência 02/11/2015 a 01/11/2017
Resumo

O presente projeto integra reflexões acerca do conceito de Ação Educativa Museal (MARANDINO, 2012; MARTINS, 2011), envolvendo a análise das teorias, métodos e práticas desse campo de estudo, compreendido aqui como pedagogia da memória (BRUNO, 2006). Cabe compreendermos as especificidades desse campo, bem suas intersecções com práticas inseridas no domínio da Educação Patrimonial e da Mediação Cultural. A pesquisa tem, por sua vez, uma importante vertente aplicada, por meio do planejamento, execução e avaliação de ações educativas em instituições museológicas e culturais de Goiás, em especial a partir do Setor de Intercâmbio Cultural do Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás (UFG) e das ações deflagradas em parceria com a Rede de Educadores em Museus de Goiás (REM-Goiás). A partir da integração com o projeto de extensão voltado à construção de kits pedagógicos, o projeto envolverá a análise da intervenção no Hospital Araújo Jorge Associação de Combate ao Câncer do Estado de Goiás, onde pretende-se desenvolver atividades com crianças a partir do uso dos kits pedagógicos. Por seu turno, as ações em parceria com a REM-Goiás, visam à análise das ações desenvolvidas pela rede, entendida como espaço profícuo para refletirmos sobre a educação museal enquanto prática transformadora do mundo.

 

Título

Museologia Social e Memórias Exiladas: Perspectivas Teóricas, Metodologias e Práticas 

                                    

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Camila Azevedo de Moraes Wichers 
Vigência 16/10/2015 a 16/10/2017
Resumo

Nessa pesquisa busco compreender o conceito de Museologia Social, evidenciando suas potencialidades no desenvolvimento de processos de patrimonialização e musealização, a partir do exame de perspectivas teóricas, metodológicas e práticas. A Museologia Social se caracteriza pelos compromissos sociais que assume e com os quais se vincula, comprometendo-se com a redução das injustiças e desigualdades sociais, com o combate aos preconceitos e com a utilização do poder da memória (CHAGAS & GOUVEIA, 2015: 17). Nesse projeto integro essa perspectiva ao conceito de memórias exiladas, fornecido por Bruno (2000). Assim, convém ressaltar que a Museologia se relaciona com a educação da memória a partir das referências patrimoniais, lidando, portanto, com memórias exiladas, negligenciadas e subterrâneas (HALBWACHS, 1968/2006; POLLACK, 1989, 1992; BRUNO, 2000, 2006; SANTOS, 2003/2012). Nesse sentido, as práticas comunitárias e participativas em Memória e Museologia Social (BAPTISTA & SILVA, 2013) colocam-se como processos vocacionados a reverter processos de exclusão e esquecimento. Para Santos (2003/2012), as representações coletivas podem ser responsáveis por processos de inclusão ou exclusão social, nos quais o poder é semeador e promotor de memórias e esquecimentos (CHAGAS, 1994). A pesquisa busca aprofundar os conceitos pontuados, estabelecendo linhas de convergência teórica e construindo caminhos metodológicos de intervenção, a partir de estudos de caso. O contexto do Museu do Alto Sertão da Bahia - MASB, nos municípios de Caetité, Guanambi e Igaporã (BA), aparece como espaço privilegiado para o desenvolvimento de reflexões e práticas concernentes ao tema da pesquisa.

 

Título

Mapeamento de iniciativas comunitárias em memória e museologia social da região centro-oeste

                                   

Status

EM ANDAMENTO

Coordenador    Prof. Tony Willian Boita

Vigência

00/00/0000 a 00/00/0000

Resumo

O presente projeto de pesquisa objetiva mapear iniciativas comunitárias em memória e museologia social da região centro-oeste. Justifica-se pela ausência desta tipologia de processo museológico comunitário na região, conforme aponta o Programa Pontos de Memória do Instituto Brasileiro de Museus e Organização Ibero Americana. A metodologia empregada será dividida em três etapas; 1) Mapear em editais culturais das autarquias vinculadas ao Ministério da Cultura, iniciativas habilitadas e premiadas; 2) Mapear bibliografias produzidas por estas iniciativas; 3) Montar um banco de dados público que também será disponibilizado para os órgãos públicos. Mediante a sistematização dos dados resultantes, pretende-se analisar a difusão, impacto e fomento relacionado à museologia social no centro-oeste.

Arquivos

  Icone pdf  Projeto completo (aqui)

 

Título

Conservação Preservativa: Desafios, Perspectivas e Inovações Tecnológicas.                                                                                                                                                            

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Vera Regina Barbuy Wilhelm
Vigência 23/03/2015 a 30/04/2017
Resumo O projeto consiste na pesquisa e realização de diferentes atividades teóricas e/ou práticas que visam integrar os futuros profissionais com a sociedade permitindo a troca de experiências e vivências na área e aproximando-os da realidade museológica e patrimonial. O projeto tem como objetivo contribuir para a identificação e conhecimento das necessidades e desafios a serem vencidos e colaborar para o possível desenvolvimento de idéias e soluções, para que as atividades de conservação preventiva sejam desenvolvidas de forma a atingir os parâmetros recomendados e a qualidade na preservação dos acervos e bens culturais.

 

Título

A Arte Mural em Goiânia                                                                                                                                                             

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Vera Regina Barbuy Wilhelm
Vigência 02/01/2012 a 29/12/2017
Resumo O projeto de pesquisa consiste na realização de um inventário da arte mural na cidade de Goiânia com objetivo de identificar, mapear e divulgar esse tipo de expressão artística e os artistas que apresentam produção nesta área. O projeto prevê a realização de um levantamento documental e bibliográfico, a execução de um trabalho de campo incluindo registro fotográfico e a criação de um banco de dados, que permita reunir o material informativo sobre as obras. O trabalho tem como objetivo conhecer os aspectos históricos, artísticos, iconográficos e materiais da arte mural, e de sua inserção na cidade, no espaço urbano. Através do mapeamento das obras, do seu (re)conhecimento será possível estabelecer novas formas de percepção da obra pelo público e de conexão com a cidade, incentivando também articulações e reflexões sobre o desenvolvimento desta produção artística e das suas possíveis formas de musealização.

 

Título

Representação, Reconhecimento e (Nova)Museologia: Uma análise da Agenda Política dos Museu Brasileiros                                                                                                                                                          

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Prof. Glauber Guedes Ferreira de Lima
Vigência 00/00/0000 a 00/00/0000
Resumo

Desde o início da década passada, a agenda da inclusão de comunidades nos museus tem se fortalecido e ocupado um espaço central no contexto museal brasileiro. Marco importante deste avanço é o aumento exponencial da relação do Estado com os museus, que além de se reestruturar administrativamente para estar à frente de tais políticas, promove a criação de esferas que formalizam e legitimam as diretrizes que devem orientar o fazer museológico tido como inclusivo. Esta proposta de pesquisa tem por objeto, os limites de uma política cultural que concebe a representação e a visibilidade de grupos socialmente marcados pela diferença nessas instituições enquanto prática que produz transformações sociais em um sentido emancipatório. Política esta que, a partir do anseio pelo reconhecimento do sujeito, tem produzido um fazer museológico que se alega progressista, democrático e contra hegemônico, mas que está fragilizado em sua potência pelos limites que estão no cerne das questões de representação e identidades. Por conseguinte, empreender uma crítica a tais políticas faz-se importante por: I - Ser a inclusão nos museus objeto central das discussões sobre o papel social destas instituições; II - Problematizar os limites do anseio por reconhecimento a partir da visibilidde em museus, ao passo em que o sujeito discursivamente construído e representado implica também a produção de outros silenciamentos e exclusões; III - Discutir um importante problema da agenda política dos museus que envolve a incorporação de sua agenda política pelo Estado, o qual ao mesmo tempo que alega operar o empoderamento dos sujeitos incluídos, os governamentaliza e disciplina suas subjetividades e condutas.

 

Título

Diagnóstico Museológico e Planejamento: Gestão de Museus e o Desafio do Método                                                                 

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Manuelina Maria Duarte Cândido
Vigência 16/10/2009 a 31/12/2017
Resumo  

 

Título

Museologia: Trajetória dos Modelos Teóricos e de Formação Profissional no Brasil e em Portugal                                             

Status EM ANDAMENTO
Coordenador    Profa. Manuelina Maria Duarte Cândido
Vigência

13/12/2012 a 31/12/2017

Resumo  

 

Título

Museologia e Interdisciplinaridade                                                                                                                                               

Status EM ANDAMENTO 
Coordenador    Profa. Manuelina Maria Duarte Cândido
Vigência

01/07/2009 a 31/12/2017

Resumo  

 

Título

A aplicação das Novas Tecnologias da Informação em Museus - Estudo de Caso: Museus Goianos                                          

Status ENCERRADO
Coordenador    Profa. Ivanilda Aparecida Andrade Junqueira
Vigência 01/11/2011 a 31/10/2014
Resumo  

 

Título

A Arte Mural e a Prática da Preservação                                                                                                                                      

Status ENCERRADO
Coordenador    Profa. Vera Regina Barbuy Wilhelm
Vigência 10/08/2010 a 31/12/2012
Resumo  

 

Título

Ação Educativa no Museu Antropológico da UFG                                                                                                                         

Status ENCERRADO
Coordenador    Profa. Ivanilda Aparecida Andrade Junqueira
Vigência 01/11/2011 a 31/10/2014
Resumo  

 

Título

Museu de Folclore Edison Carneiro - Poder, Resistência e Tensões na Construção da Memória da Cultura Popular Brasileira   

Status  ENCERRADO
Coordenador    Profa. Vânia Dolores Estevam de Oliveira
Vigência

05/03/2007 a 31/07/2012

Resumo  

 

Título

Tratamento Técnico e Disponibilzação do Acervo Iconográfico e Documental do Museu Antropológico da UFG                         

Status ENCERRADO
Coordenador    Profa. Vânia Dolores Estevam de Oliveira
Vigência

01/09/2011 a 31/12/2013

Resumo  

 

Liste tous Voltar