Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Anais do II Simpósio de Ciências Sociais

Banner II simpósio de Ciencias Sociais

Apresentação

Conferência de Abertura

Parte 1

Parte 2

Expediente

 

Pensar os direitos humanos: desafios à educação nas sociedades democráticas, tema gerador desta publicação, teve origem em um evento que aconteceu entre os dias 25 a 28 de outubro de 2010, na Universidade Federal de Goiás. Trata-se do VII Seminário: Problemas do Estado Democrático Contemporâneo promovido anualmente pelo Grupo de Estudos da Democracia – GED. Neste ano, entretanto, o Seminário marca a integração do Grupo de Estudos da Democracia ao Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos – NIE-PDH/UFG. O Seminário, promovido conjuntamente pelo Grupo e pelo Núcleo propiciou, de um lado, o aprofundamento e o alargamento das discussões iniciadas pelo Grupo de Estudos da Democracia por meio do Ciclo de Estudos e Debates sobre Direitos Humanos, Educação e Cidadania, ao longo do ano de 2010; e, de outro lado, favoreceu o intercâmbio e a cooperação entre os diversos grupos de trabalho que integram o Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos.

As diversas atividades de extensão universitária, pesquisa e pós-graduação realizadas há mais de dez anos pelos grupos que atualmente integram o Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos e, em especial, os seminários realizados pelo Grupo de Estudos da Democracia ao longo dos últimos sete anos, têm sido fundamentais para fortalecer a interlocução da universidade com o Estado, a sociedade civil e as organizações não governamentais, como também com pesquisadores de outras universidades brasileiras e estrangeiras. Assim, para pensar os direitos humanos e os desafios reservados à educação nas sociedades democráticas, pudemos contar com a presença do professor Costas Douzinas que nos brindou com a conferência de abertura do VII Seminário e é com imensa satisfação que publicamos aqui o texto dessa conferência.

Ao revisitar o tema dos direitos humanos, Costa Douzinas nos apresenta uma abordagem alternativa, lembrando que, “o objetivo dos direitos humanos é o de resistir à dominação e à opressão pública e privada. Eles perdem este objetivo quando se transformam em ideologia política, ou em idolatria do capitalismo neoliberal”. Costa Douzinas reconhece que “os direitos humanos têm apenas paradoxos a oferecer” e quando um tema é cercado de problemas e contradições, é preciso revisitá-lo e abordá-lo criticamente e é isso que ele faz, ao ponderar que os direitos humanos perdem seu fim quando deixam de ser o discurso e a prática da resistência contra a dominação e a opressão para se transformar em instrumento de política externa das grandes potências mundiais. As teses apresentadas pelo autor do provocante livro O fim dos direitos humanos (Editora Unisinos, 2009), certamente, iluminam a discussão em torno à necessidade de mobilizar os paradoxos que cercam os direitos humanos para, a partir daí, pensar as condições de possibilidade de uma nova política para o nosso tempo.

É nessa direção que os demais artigos aqui publicados refletem essa perspectiva, de pensar os direitos humanos à luz de uma abordagem interdisciplinar, com a compreensão de que o trabalho teórico e prático em torno aos direitos humanos deve estar focado na integração dos saberes, na formação acadêmica e na ação política. Um dos nossos propósitos, com a realização do VII Seminário, foi o de dar visibilidade aos projetos e ações dos diversos grupos que formam o Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos da UFG. Assim, os artigos aqui publicados mantém a forma de comunicação, tais como foram apresentados nos Grupos de Trabalho: democracia e direitos humanos; educação para a diversidade; violência e direitos humanos e; direitos humanos, gestão e políticas públicas sustentáveis no Brasil.

É com grande entusiasmo que devolvemos à comunidade o fruto deste trabalho que, para ser realizado, contou com a colaboração dos autores que, na verdade, são os protagonistas principais desta publicação que tivemos o prazer de organizar. Aos coordenadores dos Grupos de Trabalho: professores Aline da Silva Nicolino, Magno Luiz Medeiros da Silva, Ricardo Barbosa de Lima, Roberto de Barros Freire, Saulo de Oliveira Pinto Coelho e Vilma de Fátima Machado, expressamos nossos sinceros agradecimentos. Agradecemos, especialmente, a colaboração dos professores Aline da Silva Nicolino, Arnaldo Bastos Santos Neto, Marcelo Gross Villanova, Roberto de Barros Freire e Wilson Alves de Paiva que, junto conosco, compuseram a comissão científica responsável pela seleção dos trabalhos aqui apresentados.

Que esta publicação possa contribuir para manter e intensificar diálogos com outros grupos de estudos e com pesquisadores de outras universidades de Goiânia, do Estado de Goiás, da região Centro-Oeste, do Brasil e do exterior e, desse modo, suscitar discussões que ratifiquem a pertinência das problemáticas aqui abordadas e a construção de novas práticas.

As organizadoras

 

 

Rodapé II simpósio de Ciencias Sociais

Listar Todas Voltar